sexta-feira, maio 23

Cristaleira Antiga Repaginada

Outra cristaleira que recebeu o toque do vermelho para 
levantar o décor, isso claro...
Depois de uma semi intensiva em nossa marcenaria!
O móvel era da Carolina que mandou foto pra gente pedindo um help.
A estrutura em si, até que estava em bom estado, 
agora as portas estavam bem judiadas, empenadas e com partes danificadas.
 Depois
E assim ela saiu pronta do nosso atelier!

As estruturas das portas danificadas refizemos em nossa marcenaria,
os trilhos laterais foram desemperrados para poder correr e embutir ao abrir.

A Carolina escolheu o vermelho Valentino já conhecido e querido por muitos,
optamos por um acabamento brilhante na laqueação.
Deixamos os vidros antigos para ver se poderíamos aproveitar,
mas depois de pronto resolvemos também refazer toda vidraçaria!
 Detalhes 
As portas antigas tinham ferragens que já não funcionavam
e com o consentimento da dona, entupimos os vãos com madeira
e colocamos puxadores novos...
 Com cara de antiguinhos!
Eles foram escolhidos pela própria Carol em nosso catálogo,
apesar de serem em porcelana, eles são trabalhados com ferro
retorcido e meio enferrujado para dar aquele toque especial! ADOREI
 Já lá em casa!
E olha aí o must já no lugar!
A Carol mandou foto pra gente.

Ela disse que amou a transformação, rolou até uma recomendação hahahaha
Legal Carolina, obrigada beijo enorme!
Olha só...
"Olá Wilka, 
Adorei o móvel! Ficou super bonito e fez sucesso! rsrs Postei a foto dele no meu facebook.
Segue as fotos ...
Gostei muito do seu trabalho e do seu atendimento também .
Vc tem muito bom gosto e capricho nas coisas que faz.
Super recomendo seu trabalho! Bjs Carolina"

Fale conosco
ateliando@ateliando.com.br 

3 comentários:

Katia Figueredo disse...

Ficou ma-ra-vi-lho-sa...parabéns, trabalho primoroso!!!


Bjks!!!

Sidnéia Louback disse...

Tenho uma cristaleira nesse estilo, tb gostaria de restaurá-la.

Ateliando no Tempo disse...

Olá Sidnéia, boa tarde
Respondemos lá pelo facebook, recebemos suas fotos desse modelo ok.